quarta-feira, 28 de abril de 2010

Por que, por quê, porque, porquê

Muitas pessoas têm dúvida quanto ao emprego correto dessas quatro palavras/expressões: por que, por quê, porque, porquê. Mas não há muito mistério, não. Uma vez entendido, dificilmente alguém terá dúvidas quanto ao seu emprego.

Vamos às explicações.

1. Por que - normalmente usa-se por que quando o significado é por qual razão, por qual motivo, pelo qual.

Exemplos:

* Por que você não foi à festa? (por qual razão)
* Não sei por que Sebastião não quer almoçar. (por qual motivo)
* Sei bem o motivo por que não compareci à reunião. (pelo qual)

2. Por quê - quando vier antes de um ponto (seja final, interrogativo, exclamação) e tiver o significado de por qual motivo, por qual razão, o por quê deverá vir acentuado.

Exemplos:

* Vocês não estão mais juntos? Por quê? (por qual motivo)
* Andar cinco quilômetros, por quê? Vamos de carro. (por qual razão)

3. Porque - usa-se porque quando se quer explicar algo, quando a palavra equivale a pois, uma vez que.

Exemplos:

* Vou ao supermercado porque preciso comprar alguns mantimentos. (pois)
* Não atravesse agora porque o sinal está aberto. (uma vez que)

4. Porquê - escrito dessa forma, porquê funciona como substantivo, significando o motivo, a razão. Vem acompanhado de artigo, pronome, adjetivo ou numeral.

Exemplos:

* Não sei qual o porquê de tudo isso. (o motivo)
* Diga-me um porquê de você não querer ir à aula hoje. (uma razão)

Como dá para perceber, não é complicado e nem precisa decorar. É só entender a função de cada uma dessas palavras/expressões na estrutura da frase. Mas, precisando, pode voltar aqui e dar uma relembrada!

Até a próxima!


P.S.: dedicado à minha querida amiga Rachel, que contribuiu com essa dica de post. Obrigada, Rachel! Espero que tenha gostado.

3 comentários:

Viviane Righi disse...

Essa postagem veio bem a calhar, obrigada!

Abraços...

Rachel Chagas disse...

Ebaaaaaaaaaaaaaaa!!! Obrigada por atender a minha sugestão, Lu...
Brigadão mesmo!
Sempre que ficar muuuuuito na dúvida, virei aqui, mas confesso que no geral eu escrevo de qualquer maneira. Desleixo puro...

Um beijaaaao, Lu!

Silvia disse...

Apesar de ter sido publicado já há um tempo, seu post continua auxiliando as pessoas. Parabéns.